seita icm – Agora acidentou o antigo secretário de saúde Anselmo Tosi em acidente que quase lhe custou a vida… atropelado… coincidência? no mínimo estranho que todos que são praticamente caixas pretas sobre o funcionamento de desvios de verbas públicas e dízimo sofrem acidentes, morrem em em exames de rotina e são enterrados às pressas… muito estranho mesmo…

Agora acidentou o antigo secretário de saúde Anselmo Tosi em acidente que quase lhe custou a vida… atropelado… coincidência? no mínimo estranho que todos que são praticamente caixas pretas sobre o funcionamento de desvios de verbas públicas e dízimo sofrem acidentes, morrem em em exames de rotina e são enterrados às pressas… muito estranho mesmo…

“La pelas bandas do Espirito Santo tem acontecido cada coisa esquisita, pode até ser coincidência mas até o Secretário de Saúde Anselmo Tosi, aquele envolvido com a Fundação sofreu acidente.”

http://g1.globo.com/videos/espirito-santo/estv-2edicao/t/edicoes/v/diretor-da-cesan-anselmo-tosi-se-recupera-de-acidente-no-es/3171096/

em: http://cavaleiradaverdade.wordpress.com/2014/02/25/vitima/

maranata – explica para mim: porquê quem testemunha contra a maranata sempre morre de acidente trágico de carro ou em hospital da maranata em exame de rotina?

Publicado: 16 de março de 2013 em Fatos obra maranataObra reveladaTestemunhos de obreiros, servos, pastores, diaconos
Tags:

POLICIAL JOELSON CAETANO: CRIME SE MANTEM INSOLÚVEL

morre pastor da maranata em acidentemorre obreiro da maranata em acidente

Por : Pettersen filho

Departamento de Administração Geral da Polícia Civil Capixaba, responsável, entre outras coisas, pelos setores de aquisição e alienação de bens materiais da Polícia Civil , mesas, computadores, viaturas, e outras as quinquilharias necessárias ao funcionamento da MaquinaPública , conhecida pela sigla DAGE, bem como incumbida da Administração de Pessoal, sem as quais a Polícia , enfim, a própria Segurança Pública , não ocorre, seja pela falta de combustível, por exemplo, para as viaturas, ou papel e tinta, para as impressoras e computadores, imprescindíveis, tem, agora, a Divisão, nova Chefia : O competente Delegado Paulo César .

Homem, aparentemente, capaz, Mineiro da Região de Ubá, Zona da Mata Mineira, mais integrada aos valores e costumes do Estado do Rio de Janeiro, de quem guarda certa pronuncia, no modular da voz, conforme oportunidade que tivemos de despachar com a Digna Autoridade em questão, o Delegado Paulo César tem pela frente, depois de encerrados cerca de oito anos de Governo Paulo Hartung, a difícil “ Missão ” de acertar as coisas no Departamento , sobretudo, segredo guardado a sete chaves, apos o recente escândalo, ainda pouco digerido, que culminou na Morte, ou “Suicídio”, do Investigador de Polícia Civil Joelson Caetano , durante muitos anos, responsável pela ingrata “ Tarefa ” de aferir, contratar, controlar, dispor, decidir, muito embora sendo apenas um Investigador de Polícia Civil de Primeira Investidura, as compras e alienações da Polícia Civil , a frente da DTM – Divisão de Transportes e Materiais, cargo, normalmente, atribuído a um Delegado de Polícia , mas não no caso, em que o Investigador Joelson Caetano , logicamente, com aval da Chefia anterior, a que era subordinado, tinha as atribuições, diretamente vinculado ao DAGE .

Morto em suspeitoso acidente na BR 101 Norte , próximo de Ibiraçu/ES, no finalzinho de 2010, no entanto, bem no fechar das contas do Governo Hartung , numa espécie de “ Passa a Régua ”, poucas horas após assumir, sozinho, monumentais desvios na Divisão , perante o Delegado Corregedor Geraldo Martinho, Joelson Caetano , até então, Policial Exemplar , na verdade, aparenta ser o “Ponta do Fio” de um esquema muito mais profundo, que lesou, durante anos-e-anos, os Cofres Públicos do Estado do Espírito Santo, cuja morte, profundamente envolta em mistério, levou, juntamente com o Criminoso Confesso , (Confissão, em qualquer processo, é prova apenas relativa, devendo ser acompanhada dos demais elementos probatorios), também o Crime , sobre o qual nada mais se fala.

Merecedor , entretanto, de uma Investigação mais apurada, já que tamanho era o Esquema , completamente impossível de ser engenhado, produzido, manuteido, por um só Agente , caberá, naturalmente, ao Delegado Paulo César , acertar a questão, a fim de impedir que fatos iguais, não mais ocorram.

Figurando como simples “Acidente de Trânsito”, a vida pregressa do Policial Joelson Caetano , ademais, merece mais respeito, até pelas atitudes corretas que assumiu e as pressões monumentais que recebeu, ao assumir o “Cargo”.

Consistindo em “ Baixar ” viaturas do Patrimônio da Polícia, as antigas e imprestáveis, mas com expressivo valor de Mercado, bem como contratar Serviços e Manutenção sem as devidas formalidades, embolsando os fundos respectivos, caberá, certamente, ao Delegado em questão, sanar tais situações, ao mesmo passo que a ele cabe encaminhar esse ou aquele processo, à um e outro setor da Polícia, sempre a bem do Relevante Interesse Público.

É isso, enfim, o que se espera da Autoridade Pública: Transparência, Impessoalidade e Publicidade , conforme Norma que rege o Serviço Público Estadual, quiçá, Tupiniquim .

OBS: Materia reeditada:
Saiba mais sobre o Acidente em:

http://www.aepes.com.br/index

http://gazetaonline.globo.com/conteudo/2010

Neste caso a pericia foi clara:  ”o carro foi mexido no motor e nos freios, o carro era novo”

Joelson era “pastor” da maranata e prestava “outros serviços” ao PES, quando negou aconteceu o acidente!

Lembramos do caso recente do Pr. morto no Paraná:

PASTOR DO ES INVESTIGADO POR FRAUDE NA IGREJA MARANATA MORRE NO PR

Religioso morreu em acidente em rodovia estadual do Paraná.
Ministério Público Federal investiga a denúncia desde fevereiro deste ano.

morre pastor da maranata em acidente

O pastor da igreja Cristã Maranata no Espírito Santo, Júlio César Viana, morreu em um grave acidente em uma rodovia estadual do Paraná, no domingo (28). Ele era um dos investigados no esquema quedesviou dinheiro do dízimo da igreja capixaba. O Ministério Público Federal investiga a denúncia desde fevereiro deste ano.

O advogado de defesa do pastor Júlio informou ao G1 que o corpo  foi velado e enterrado na última segunda-feira (29) no Sul do país. Ele ainda disse que não tem informações sobre o andamento do processo que investiga a sua participação no esquema da Maranata.

Sobre o acidente, a Igreja Maranata informou que o carro dirigido pelo pastor seguia da cidade de Marechal Cândido Rondon para Curvado, também no Paraná. Júlio César perdeu o controle em uma curva, saiu da pista, capotou e caiu num barranco às margens da rodovia PR- 467.

De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), a queda foi de aproximadamente dois metros. O pastor ficou preso nas ferragens e morreu no local. Outras três pessoas que estavam no carro tiveram ferimentos leves e foram encaminhadas para um hospital de Marechal Cândido Rondon. A polícia não soube afirmar o que fez o pastor perder o controle da direção. Não chovia no momento do acidente.

Entenda o caso
A suspeita de desvio de mais de R$ 2 milhões arrecadados do dízimo pago por fiéis, além de compras superfaturadas e caixa dois, fez ex-membros da Igreja Maranata, no Espírito Santo, processarem três pastores e um contador. Entre eles, está um ex-vice-presidente da instituição, criada há 43 anos no estado e que já possui 5,5 mil templos no Brasil e em outros países. A ação corre na 8ª Vara Cível de Vitória e o G1 teve acesso ao documento que apontava fraudes. O Ministério Público Estadual (MP-ES) informou que as denúncias direcionam para diversas irregularidades.

Como funcionava?
Um serviço que custaria, por exemplo, R$ 5 mil, era registrado como se valesse R$ 8 mil. Segundo a denúncia, a igreja pedia nota fiscal com valor superfaturado e no acerto de contas as empresas ficaram com o valor real do serviço. Os demais R$ 3 mil, nesse exemplo, eram desviados para o ex-vice presidente da igreja ou por pessoas indicadas por ele. “Vi documentos que comprovam que o patrimônio de um dos denunciados é assustador, incompatível com o que ele ganhava”, exemplificou o ex-pastor, que preferiu não se identificar. Ele ainda disse que há evidências de que a fraude acontecia desde 2006.

Investigação interna
Diante dos acontecimentos, a própria igreja maranata resolveu investigar, um procedimento administrativo foi aberto e uma comissão interna ouviu depoimentos, analisou o que aconteceu no escritório de contabilidade da igreja nos últimos 5 anos.

De acordo com o procedimento administrativo, somas que chegam a mais de R$ 20 milhões foram movimentadas nos últimos anos por meio de notas fiscais suspeitas. O dinheiro que teria sido usado, inclusive, para pagamento de prestação de imóveis, carros e compra de dólares enviados para o exterior pelo ex-vice-presidente.

Um grupo formado por ex-membros da Maranata investigou e montou um relatório sobre a atividade irregular na igreja. De acordo com o advogado que representa o grupo, os fornecedores, a pedido de um funcionário da igreja, emitiam notas fiscais superfaturadas como se os serviços houvessem sido realizadas, quando, na verdade, não eram.

Morreu ontem o Pr Cesar Firme – morre mais um investigado da maranata pelo MPES – tudo muito estranho…

Morreu ontem o Pr Cesar Firme, ele era um dos investigados no escândalo da Maranata.

Segundo parentes ele foi fazer um exame chamado cateterismo e teve um infarto fulminante. Alergia ao medicamento injetado? Excesso de contraste? Ou será o que chamamos de super dosagem? Choque anafilático? Como e onde ocorre o choque anafilático?

Nos casos mais graves onde o paciente desenvolve dificuldade respiratória e choque circulatório, pode-se evoluir rapidamente para o óbito se não for tratado a tempo. Esses casos mais sérios de choque anafilático normalmente ocorrem após infusão de medicamentos por via venosa ou picadas de insetos. Pode ser mera coincidência mas todos os caixas pretas desse esquema corrupto estão morrendo de forma misteriosa. Lembrando o acidente do Pr. Julio Cesar, acidente Pr Joelson e agora Pr Cesar Firme morre ao fazer um exame. E não me venham dizer que isso é mão de Deus, justiça de Deus, porque Deus não é vingativo , Deus é amor. O que está por trás dessas mortes? Eram peças importantes no inquérito instalado pelo MP. Testemunhas importantes e morrem do nada! Tem que começar a olhar a lista dos arrolados nesse inquérito porque daqui a pouco vão morrer outros e essas mortes vão ficar assim sem explicação?

Os investigados desse esquema devem se preocupar porque as coisas estão muito esquisitas, mortes estranhas, pastores morrendo até em exames de rotina.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/11/a-falsa-uncao-gera-morte/#comment-49928

leiam também:

http://xa.yimg.com/kq/groups/15415145/1609510290/name/Procedimento+Adm+PES.pdf

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s