Eles são muito espertos não entrariam num país pobre da Africa por puro amor ao evangelho.

Imagem

Considerando que Burundi é um dos paises mais pobres da África, agora entendo porque comemoram a abertura de um templo nesse lugar.

Ai tem, e como tem!

Os mercenários jamais abririam uma igreja sem que houvessem lucros para eles.

Burundi é um pais cuja maioria segue o cristianismo, o que já facilita, mesmo a maioria sendo católicos, mas tem evangélicos.

E é de conhecimento geral que vários países da África são ricos em diamantes. E sabemos que o tio patinhas gosta muito de diamantes.

Burundi  possuem até uma associação com 19 paises produtores de diamante .Burundi é a porta de entrada da obra gedeltiniana.

Nós temos conhecimento de pastores africanos que   vieram a seminarios, mas não tinhamos conhecimento de templos da icm na Africa…se tivesse, eles fariam questão de falar antes.

Ele só estão falando agora porque  começaram a investir no continente africano, não mais com pastores que  visitavam, mas com templos agora.

E como eles tem a pratica de não pedir dinheiro em publico, a pratica é velada, por meio da doutrina do medo e do desejo das pessoas de quererem crescer na “oubra”

Eles não terão dificuldades em chegar em outros paises onde a Universal foi barrada por causa da teologia da prosperidade e de se beneficiar da fé das pessoas.

A IURD abriu templos em paises produtores de diamante, pois tem gente que  oferta com a pedra, isso vai ser uma benção para a corja, imaginem?

Eles são muito espertos não entrariam num país pobre da Africa por puro amor ao evangelho.

Ai tem tetra e das brabas mesmo.

As minas de diamantes da África do Sul produzem a maioria dos diamantes. O Congo Belga (atual República do Congo, na África Central) tem a maior quantidade de diamantes industriais.

Em 1957, 13 milhões de quilates foram extraídos, porém 95% deles eram da qualidade industrial, mais barata, que é moída até virar pó para fins de polimento. A África como um todo produz 97% de toda a produção mundial de diamantes.

A produção mundial supera os 23 milhões de quilates por ano.

Tanzânia , Gana, África Ocidental Francesa e outras partes do Continente Negro também produzem boa quantidade de diamantes, mas todos são vendidos através da empresa De Beer.

Esse pais é minusculo e fica no Centro da África. com certeza não querem chamar a atenção.

Burundi fica em cima da Tanzania, do lado da Republica do Congo.

A  Republica  do Congo é um dos principais produtores de diamante.

O jabuti mercenário não é nada burro.

Buruti é cercado de países produtores de diamante
 
Existe a ADPA – Associação dos Países Africanos Produtores de Diamante
 
A ADPA tem como membros efetivos a África do Sul, Angola, Botsuana, Gana, Guiné, Namíbia, República Centro Africana, República Democrática do Congo. Serra Leoa, Tanzânia, Togo e Zimbabué.

Com a categoria de observadores foram admitidos a Argélia, República do Congo, Costa do Marfim, Gabão, Libéria, Mali e Mauritânia.

Ele não foi pra Africa atoa, ele foi para recuperar os lucros perdidos no Brasil.
 
Entenderam agora ? E os membros mais uma vez iludidos comemoram uma inauguração achando que a obra está crescendo.
Foram lá para fora investir para injetar dinheiro na Empresa que está falindo,
 
Esses pessoal não é nada fácil!
 

 

 

 

 

Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s