O PES vai dizer que é revelação, o seu pastor vai dizer que é orientação, mas, na verdade não passa de um jogo de controle da sua mente: A ICM QUER VOCÊ!

A ICM QUER VOCÊ!

A ICM se encaixa no perfil de um grupo controlador. Sua liderança vai negá-lo, mas é verdade – e funciona de várias maneiras sutis.

Não é incomum para um membro buscar uma “confirmação” de seu líder (diácono, pastor, coordenador e pela PES) antes de tomar decisões importantes.

Isso permite que a liderança da igreja influencie os seus membros de acordo com o interesse da mesma.

Por exemplo, se um jovem diácono decide estudar à noite, ele pode se sentir mal por não estar na igreja todos os dias. Mas se ele coloca a atividade da igreja em primeiro lugar , a sua decisão é considerada uma bênção, porque ele colocou o “obra” como uma prioridade em sua vida, mesmo à custa de perda de oportunidades em sua carreira.

Esse tipo de mentalidade dá espaço ao jogo de manipulação com base em falsas premissas, tais como:

1 . O PES sabe melhor. 2 . A decisão é “no corpo” ou em comunhão. 3 . A decisão, que beneficia a “obra”, é sempre a melhor para você. 4 . Você acha que tem o livre-arbítrio, mas na verdade suas decisões são restritas e em submissão aos interesses da “obra”. 5 . O controle sobre os membros está disfarçado/camuflado em forma de “comunhão no corpo”. 6 . O PES tem as melhores intenções a seu respeito (sério!)

Assim, muitos se imaginam os verdadeiros “valentes de Davi”, e que fazem parte da mais profunda experiência cristã.

No entanto, estas regras não são evidentes à primeira vista. Pois quando você começa a frequentar a ICM, você recebe muita atenção.

Você se torna consciente das “vantagens do corpo” … uma ovelha pode se desgarrar do rebanho, mas nunca o PES … você se torna um companheiro… um de nós… homem de valor … servo fiel… devedor… etc.

Seu crescimento espiritual, no entanto, é restrito e controlado por ensinamentos que o seduzem para este tipo de mentalidade formatada.

Quando você percebe, você está jogando pelas suas regras :

– Um tempo considerável em sua programação é dedicada à obra. – Você começa a pedir aconselhamento / orientação aos seus “superiores” (diáconos, pastores e PES). – Você se envolve mais e mais até ficar sobrecarregado com reuniões intermináveis ​​e sem tempo para a família e sua carreira, mas você entende que esse é o preço que você tem que “pagar” para ser um servo fiel no Trabalho. – Por um lado, o pastor / PES espera que você seja totalmente transparente, por outro lado… (sem comentários) – Você tem que colocar a sua confiança neles, caso contrário … (eles nunca mentem) – O pecado torna-se igual a qualquer violação dessas regras – a discriminação torna-se uma realidade, caso você não siga a agenda oculta embutida no “projeto”.

Além disso, para subir na ICM, tudo que você tem a fazer é: nunca desafiar o PES, obedecer suas orientações, aceitar o seu discernimento e nunca perguntar nada… apenas engolir suas orientações à portas fechadas e você vai ficar bem.

A priori, tudo faz sentido, afinal, a comunhão deve ser o segredo de boas decisões, certo? Errado.

Cuidado com o jogo do controle mental!

Você precisa estar ciente.

O PES vai dizer que é revelação, o seu pastor vai dizer que é orientação, mas, na verdade não passa de um jogo de controle da sua mente: A ICM QUER VOCÊ!

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2013/09/a-iniquidade-dois-pesos-e-duas-medidas/#comment-11928

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s