É Peixoto, Amadeu e Xerife. É Tetéia, Kalykim e Picone. Nunca vi ter tanto patife, Mas GG é o cicerone.

COMO PODE TER TANTO BANDIDO

Muitos pensam: a obra é séria, Só não conseguem imaginar O quanto ela tem de miséria,

Se souber, vai endoidar.

Gedelti é o seu dono Jairo Coelho é o profeta Amadeu é o patrono.

Tô fora. Vou dar a seta.

Reginaldo quis uma mudança Conduziu com muito tato

Ele agora entrou na dança E perdeu o diaconato.

Eita, oubra séria, moço! Por ela há quem grite.

Mas com todo este alvoroço, Já não tem quem acredite.

Nunca vi tanto golpista Espalhado por todo o Brasil Se eu falar, sou anarquista.

Mas tá pior que um canil.

É Peixoto, Amadeu e Xerife. É Tetéia, Kalykim e Picone. Nunca vi ter tanto patife, Mas GG é o cicerone.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s