o responsável pela área de Cachoeiro, Wallace Rozetti, estar preso, dois homens de Deus se propuseram a defender o povo contra os desmandos do Presbitério

Boa Noite!

Infelizmente venho para relatar outro desmando de pessoas que perderam completamente a direção do Senhor, matando o rebanho e levando um povo ao estado de inanição espiritual.

Ontem fomos convocados para uma reunião no Maanaim de Cachoeiro de Itapemirim substituindo a escola dominical para assistirmos uma tentativa de execução sumária de almas.

Tenho tido conhecimento de coisas terríveis as quais tem sido ocultadas do povo, que irrespondivelmente se prostra adormecida, cega e nua diante do descalabro, blasfêmias, apostasias e heresias que infelizmente infestaram o Presbitério da ICM nestes últimos anos.
Grande é a força demoníaca que esta posta a ludibriar o povo e conduzi-los ao calabouço do inferno fraudando a fé, utilizando o bom e doce nome do Espírito Santo em “revelações”
Inequivocamente projetadas para atender interesses humanos, sem temor de blasfemar contra este e aniquilar sua própria salvação, tudo em nome da manipulação de corações; Desta vez o espetáculo foi público. É importante considerar que a área de Cachoeiro de Itapemirim teve o decréscimo de 600 a 800 membros da ICM nos últimos anos,

considerando o total de 19 igrejas, tudo em nome do Presbitério da ICM, tudo após Pastores da capital assumirem as igrejas locais em Cachoeiro e pisotearem servos valorosos que deram suas vidas pela verdadeira Obra do Espírito Santo, que lamentavelmente não mais tem sido praticada pela Maranata.

Diante deste quadro, e principalmente em virtude de o responsável pela área de Cachoeiro, Wallace Rozetti, estar preso, dois homens de Deus se propuseram a defender o povo contra os desmandos do Presbitério, Pastor Wagner e Pastor Joãozinho, que se opuseram a todas as mazelas impostas a área de Cachoeiro, questionando o porquê de eles terem sido forçados a disciplinar inúmeras pessoas durante décadas e os pastores que estão presos simplesmente não perderem seus cargos (Por prática de crimes graves) por uma “orientação do senhor”.

Questionaram o abandono às almas dentro das igrejas, questionaram o distanciamento da prática da verdade bíblica e da doutrina, questionaram o envenenamento espiritual provocado pelo satélite, dentre outros. Pois é! Ontem pela manhã houve uma troca na coordenação da área em que foi mencionado que o Wallace não poderia estar presente (Pois está preso!, isso não mencionaram)

Tanto Pr. Joaozinho, quanto Pr. Wagner foram, únicos Pastores a se levantarem em nome do povo, foram retirados de suas igrejas por “uma revelação do senhor” (Coincidência eles serem os únicos a levar questionamentos ao Presbitério não é mesmo?), com a palavra de que continuariam como pastores mas estariam livres para fazer o que quisessem, ir nas igrejas que quisessem, como se dissessem a eles “A porta da rua é serventia da casa”. Importa dizer que não devo nada a esses homens, a não ser o amor e carinho fraternal que aprendi em Cristo.

Por isso me compadeço deles e também através disso tive a confirmação de que o Presbitério da ICM Está morto, sem a direção do Espírito Santo, esperando uma espécie de “pitoniza” que lhes indique a profecia fatal. Isso não é evangelho! Execrar homens publicamente, manipular dons para preservar conveniências humanas, enganar o povo com mensagens bem colocadas.

Esses Pastores são homens que passaram décadas doando suas vidas ao Senhor, desbravando locais sem recursos para estabelecer igrejas, ajudando no crescimento da ICM na área de Cachoeiro e região, sofreram, lutaram, choraram, e amargaram a dor do isolamento e de uma pérfida exclusão implícita. Dói ver o lugar em que encontrei a Cristo jazer nas mãos de salteadores… Dói ver a igreja morrendo e minguando sem que a maioria se dê conta e reaja.

Dói ter de deixar os amados irmãos que estiveram comigo a vida inteira, para escapar de minha própria morte espiritual. Dói saber que ali ainda existem valentes sofrendo, gastando deu último fôlego para tentar não deixar as ovelhas morrerem.

Diante disso, não há palavras que descrevam o que sinto agora. Resta-me o desejo incontrolável pela Justiça de Deus e por sua misericórdia e graça por aqueles amados que lá permaneceram, para que não morram, mas para que encontrem a verdade de Cristo e a inconfundível essência de sua salvação!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s