OS QUE MAMAM NA TETA DO DÍZIMO ESTÃO LUTANDO CONTRA O NOVO INTERVENTOR SABENDO QUE VÃO PERDER A MAMADA – ESTÃO ESPALHANDO E-MAILS DE CALUNIA CONTRA O INTERVENTOR

OS QUE MAMAM NA TETA DO DÍZIMO ESTÃO LUTANDO CONTRA O NOVO INTERVENTOR SABENDO QUE VÃO PERDER A MAMADA – ESTÃO ESPALHANDO E-MAILS DE CALUNIA CONTRA O INTERVENTOR

Segue o e-mail que está circulando:

Para quem não entendeu a transmissão dessa segunda-feira vou tentar explicar.

Membros, pastores e funcionários da Igreja Cristã Maranata estão sendo investigados por desvios desde o ano 2012.

No final de 2012 a justiça autorizou busca e apreensão nas dependências da igreja.

Neste ano de 2013, no curso do inquérito policial, a justiça prendeu preventivamente membros da igreja por estarem influenciando depoimentos de testemunhas. Depois foram soltos.

Juntamente com a medida acima, a juiz da vara de inquéritos nomeou um interventor para administrar a instituição.

Há cerca de 2 meses o Ministério Público do Espírito Santo ofereceu denúncia contra 19 pessoas, iniciando assim a ação penal.

O juiz natural da ação penal recebeu a denúncia e determinou a prisão preventiva de membros e nomeou outro interventor para administrar a igreja.

É este o ponto que queria chegar. Embora concorde com o juiz que o antigo interventor tinha ligações muito próximas com as pessoas afastadas, é de se reconhecer que o atual interventor não possui autoridade para interferir nos assuntos eclesiásticos da igreja. Nossa carta magna preceitua: Art. 5º “VI – é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias.”

Nem por decisão judicial ele poderia ter feito isso. Embora não tenha lido a decisão do juiz da 8ª vara criminal, ele não seria doido de permitir a interferência do administrador judicial nos assuntos internos da igreja. Ora, Escola Bíblica Dominical, Escola Bíblica de Jovens e Obreiros e Reunião das Senhoras são assuntos que só interessam à igreja, não tem nenhuma ligação com a administração da igreja. Ademais, o Conselho Presbiteral foi estabelecido por Assembléia Geral de pastores, faz parte do estatuto da igreja. O que o interventor fez foi alterar arbitrariamente o estatuto da igreja. Ele não pode fazer isso!!!

Pessoal, não estou aqui defendendo ninguém, nem dizendo que a igreja não deve ter um interventor, mas expondo que o administrador judicial não pode interferir na igreja desta forma. Cabe a ele administrar, gerir a instituição quanto aos aspectos institucionais.

Falou um monte de baboseira na transmissão. Interferiu num culto, 19:45 é horário de culto e ele não é pastor para adentrar num culto nosso. Isso é o absurdo do absurdo!

1. Excluiu o satélite;

2. Alterou o formato da EBJO e EBD;

3. Favoreceu a rádio “Trombetas”, que não é nossa, é dos nossos inimigos;

4. Deu honras a quem saiu do nosso meio nos caluniando e “despregaram” tudo o que um dia creram;

5. Extinguiu o Conselho Presbiteral cuja formação se deu em Assembléia Geral de pastores e estava registrado no estatuto da Igreja;

6. Criou conselheiros que não existem, quem indicará os nomes???

Já que o sujeito não se apresentou direito, eu vou lembrar quem ele é: Antonio Fernando Barroso Ribeiro, ex-pastor da igreja Maranata, afastado por estar envolvido com política. Todo mundo se lembra da conturbação que foi a escolha do ex-deputado Geovani para presidir a Assembléia Legislativa do Espírito Santo Pois é, lá naquele tumulto estava o senhor Antonio. Não deve ter ficado muito feliz em ser afastado ministério né?! Agora pensa que tem a chance de corrigir a “injustiça” que fizeram com ele.

A quem recebeu este e-mail eu faço apenas dois pedidos:

1. Acionem as autoridades para que atentem para o fato em questão. Relatem o absurdo que está acontecendo conosco. Se você for advogado, peticione diretamente na 8ª Vara Criminal de Vitória, processo número: 0016347-86.2013.8.08.0024.

Ministério Público Federal (foi o MP estadual quem indicou o nome do interventor, não o federal. Todavia o MPF tem atribuição para nos ajudar quanto à Procuradoria Federal do Direito dos Cidadãos). Faça sua denúncia:

http://www.pres.mpf.gov.br/pesquisas/site/denuncia/formulario_inicial.asp

2. Os irmãos advogados que são de outros estados peticionem diretamente nas varas federais.

3. Repassem este e-mail a tantos quanto puderem.

 

pastores da maranata ficaram até 6 vezes mais ricos

pastores da maranata ficaram até 6 vezes mais ricos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s