maranata – fundador e pastores da maranata voltam para a prisão! Interventor julio cezar exonerado! Novo interventor na causa!

Membros da Maranata são presos por ordem da Justiça

Entre os presos está o pastor e um dos fundadores da Igreja Gedelti Gueiros

NUNO MORAES | jmoraes@redegazeta.com.br
 Nestor Müller

Gedelti Victalino Teixeira Gueiros, preso na manhã desta segunda-feira por determinação da Justiça Estadual.

Nove pessoas ligadas à Igreja Maranata foram presas na manhã desta segunda-feira (24), durante uma operação do Grupo de Operações Táticas (Got) da Polícia Civil. Os policiais cumpriam 10 mandados de prisão expedidos pela 8ª Vara Criminal de Vitória.

Foram presos Gedelti Vitalício Gueiros, um dos fundadores da igreja, Antônio Ângelo Pereira dos Santos, Antônio Carlos peixoto, Amadeu Loureiro Lopes, Antônio Carlos Rodrigues de Oliveira, Carlos Itamar Coelho Pimenta, Jarbas Duarte Filho, Wallace Rozetti e Leonardo Meirelles Alvarenga. Em prisão domiciliar já se encontrava Arlindo de Oliveira Rocha, também citado nos mandados de prisão.

Elas teriam praticado suposto desvio de dízimo da igreja envolvendo uma movimentação financeira da ordem de R$ 24,8 milhões. A denúncia do MPES atinge 19 pessoas. O número de presos ainda não foi divulgado.

> Leia mais notícias de Cidades

Todos os presos foram levados ao Departamento de Polícia Judiciária (DPJ) de Vitória. A operação teve início por volta das 5 horas de ontem. As equipes de policiais agiram em Vitória, Vila Velha e Serra, indo aos endereços dos procurados. Leonardo e Wallace foram os últimos a serem localizados, chegando ao DPJ entre às 9 e 10 horas. Os outros sete foram levados ao local logo no início da manhã.

Depois de apresentados, todos os presos – com exceção de Arlindo – foram levados para o Departamento Médico Legal (DML), para exames de lesão corporal. Depois, seriam encaminhados ao Centro de Triagem (CT) de Viana. De lá, vão ser levados para presídios da Grande Vitória ou para o Quartel Geral da Polícia Militar.

Na saída do DPJ, Gedelti falou, sorrindo, nem mesmo saber o motivo de sua prisão. “Nem sei o motivo disso, porque estou sendo preso. Ninguém me disse nada”, falou o fundador da Maranata.
Já o advogado da igreja, Gustavo Varella, disse que a defesa dos acusados tambpem não havia sido informada de nada. “Soubemos dos mandados de prisão hoje pela manhã, quando eles já estavam sendo cumpridos. Não sabemos os motivos, porque a decisão judicial que os motiva não foi apensada aos mandados. Não sabemos porque”, disse o advogado.

Varella disse que a defesa dos presos pretende tomar ciência da motivação da prisão, para só então poder definir o que será feito. “Vamos ter que apurar o assunto. Não sabemos de nada ainda”, finalizou ele.

Novo Interventor

O interventor da instituição, Júlio César Costa, foi destituído do cargo pela Justiça e o engenheiro Antônio Fernando Barroso Ribeiro assumiu o cargo. O novo interventor é conhecedor e frequentador da Igreja Cristã Maranata e já atua como perito judicial há 15 anos.

Além da prisões, a Justiça ordenou lacrar o presbitério da Igreja Maranata, impedindo a saída e entrada de pessoas do local.

http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2013/06/noticias/cidades/1450696-membros-da-maranata-sao-presos-por-ordem-da-justica.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s