maranata newsticker – snapshot 51 – Homens honestos e mulheres sérias então reclamando atraso no impulso inicial que deveria ser dado pelo Juízo da 8ª. Vara Criminal a quem foi distribuída a ação penal incondicionada. O desinteresse do magistrado está provocando a Sociedade.

igreja cristã maranata - sujeira debaixo do tapete

snapshop 51. A elite da Igreja Cristã Maranata está envolvida em ilícitos penais reclamando a espada da Lei. De relance, a Operação Duty Free, 2011, resultou em sentença condenatória para alguns membros da Maranata; a Operação Naufrágio anota o Evento pr. Júlio apontando a conduta daquele que correu atrás de interesses ilegítimos junto ao TJ-ES (ainda continua como interventor da Maranata); a Operação Entre Irmãos, 2012, que apura desvios de doações da Igreja Maranata, entrou nos escaninhos do palácio da rainha desfigurada, apreendeu computadores, dossiês e outras provas que serviram para a primeira DENÚNCIA oferecida pelo MP – ES contra 19 pessoas envolvidas em crimes de apropriação indébita, duplicada simulada, estelionato e formação de quadrilha.

Antigas denúncias do BLOG insistiam em apostasia e crimes na elite da ICM-PES, cuja implosão mostraria o poço de iniquidades. Então, A GAZETA – ES publicou a matéria Maranata: da fé à fraude. Não deu outra: diversos órgãos públicos foram envolvidos em investigações. As ações  do poder camaleônico fomentaram este poço de iniquidadesagora escancarado aos olhos da Sociedade. Este poço não tem fundo! Outras denúncias virão.

O desfile final de 10.03.2013 apenas exibiu a falência do governo monárquico e pseudocarismático. Enquanto desfilavam nenhum dos profetas de plantão percebeu o DECRETO DE PRISÃO deste a 6ª. feira, 08, às 23.55. Em menos de 48 horas quatro pastores da maranata foram presos. Os fatos mostram que o rei está nu. Elogios e máscaras não melhoram a opinião pública.

O GAECO do MP-ES em conjunto com a Polícia Federal começam a mostrar a extensão e profundidade do poço de iniquidades.  Pastores da Igreja Cristã Maranata são investigados pelo Ministério Público desde março de 2012. Homens honestos e mulheres sérias então reclamando atraso no impulso inicial que deveria ser dado pelo Juízo da 8ª. Vara Criminal a quem foi distribuída a ação penal incondicionada.  O desinteresse do magistrado está provocando a Sociedade.

More news later… on http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2013/05/snapshot-news/

Juiz Alexandre - uma vítima da seita maranata

Juiz Alexandre – uma vítima da seita maranata

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s